AMADO BATISTA O CANTADOR DE HISTÓRIAS

14 de jun de 2013


Seresteiro das Noites

Enquanto eu cantava o amor
Em mim uma paixão nascia
Entre a penumbra um rosto
Na janela pra mim sorria
Um beijo uniu nossas vidas
Mas sepultou sonhos meus
Meses depois uma carta
E nela a palavra adeus
Fui seresteiro das noites
Cantei vendo alvorecer
Molhado com os pingos da chuva
Com flores pra lhe oferecer
["Seresteiro das Noites"]



Seresteiro das Noites - 1985
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. BLOG AMADO BATISTA.net.
Design by Herdiansyah Hamzah. Published by Mais Template.
Creative Commons License